Não consigo clientes porque não tenho portfólio

Uma das maiores dificuldades para quem está começando a carreira é em relação ao portfólio. Você se esforça, faz um layout lindo, coloca em prática tudo o que aprendeu mas na hora de trocar as imagens de placeholder pelos seus trabalhos… Nada. Você não tem nenhum trabalho para exibir.

Não tenho portfólio porque não consigo clientes.

Que cliente vai arriscar seu negócio na mão de alguém que nunca fez nada além do próprio site? Vai ficar evidente a sua inexperiência.

Mas será que você realmente precisa de clientes para ter um portfólio?

Clientes? Quem precisa deles?

Quando um cliente pergunta sobre seu portfolio ele quer apenas validar que você é o cara certo para a necessidade dele. Apresentar trabalhos feitos para outras empresas é uma das formas de mostrar seu conhecimento, porém, existem várias outras formas sem precisar necessariamente de um cliente.

Reconstrua interfaces

Sabe aquele site que postaram no grupo e virou motivo de chacota? Provavelmente não tinha um layout muito legal né? Que tal pegar esse site e refazer por inteiro?

Tente compreender a necessidade do negócio, repense fluxos, mude o layout, logo, cores… Refaça tudo do zero. No final você vai ter uma versão muito melhor do site e vai ter o antigo como parâmetro de comparação. Isso no portfólio tem um peso absurdo. Você mostra ao mesmo tempo que existem profissionais horríveis no mercado e que você pode fazer algo muito melhor.

Além disso você pode entrar em contato com o dono do site original e oferecer a sua versão. Se ele aceitar, beleza, você tira o seu dinheiro em cima. Se não rolar, vida que segue, você ganhou experiência. Em ambos os casos você incrementa seu portfólio.

Outra opção interessante é trabalhar com o oposto. Um site que tenha uma interface fantástica e muito bem desenvolvida e tentar melhorar pequenos pontos. Nesse caso você pode usar qualquer aplicação do Google, Facebook, Linkedin entre outros. Obviamente comentando sobre o porque você alterou esse ponto e porque isso melhoraria o produto.

Facebook Redesign

Experimentos

Experimentos, principalmente envolvendo Javascript e animações em CSS, são ótimos para o seu portfólio. Mostre para os clientes, como essas tecnologias podem tornar aquela interface chata e paradona em algo vivo.

A Mozilla tem uma página irada com experimentos enviados por desenvolvedores de todo o mundo. Além isso existe o Codepen que fornece uma plataforma muito boa para esse tipo de experimento e você pode adicionar (embedar) diretamente no seu portfólio.

Exemplo de experimento no Codepen. Autor: KennyLindahl

Crie sites, muitos sites

Não faltam oportunidades para criar sites e nem sempre você precisa tirar dinheiro em cima disso.

O pequeno negócio do seu pai, a casa de caridade do bairro, uma ideia que você teve durante uma madrugada de insônia, um blog sobre moda para sua irmã mais nova…

Se você analisar bem o seu cotidiano vai achar ‘n’ casos em que você poderia aplicar os seus conhecimentos. Não considere isso trabalho, considere estudo e treino. A melhor forma de aprender é colocando a mão na massa.

Na época dos protestos políticos do ano passado eu criei com um amigo um blog apontando causas para a indignação do povo, quando o Bang with Friends bombou nos EUA eu juntei com mais dois amigos e trouxe uma versão brasileira, aliás com mais de 50 mil usuários em menos de um mês, agora estou com um mini-site de uma padaria para um experimento de SEO.

Estou sempre criando sites. Alguns não dão certo, outros também não dão certo, mas continuo criando. Tenho duas máquinas na Digital Ocean e sempre que tenha uma ideia, registro um domínio e jogo lá. Algum dia eu emplaco alguma coisa, espero.

Concluindo

Procure formas de mostrar o seu trabalho. Não se preocupe se isso significa ter um cliente ou criar um Homer Simpson animado. Seus clientes vão saber valorizar o seu trabalho se ele for realmente bom e não seus contratos fechados.

Comentários